Menu Fechar

Porquê amamentar? Benefícios para bebés e mães!

Amamentar é um processo fisiológico, natural. No entanto, precisa de ser aprendido.

O leite materno é completo! Até aos 6 meses de vida, o bebé não precisa de qualquer outro alimento (água, chá, sumo ou outro leite). Após esse período, deverá ser iniciada a alimentação complementar, ou seja, complementa-se o leite materno com outro tipo de alimentos. Essa introdução lenta e gradual deverá ser acompanhada pelo seu médico de família ou pediatra, sendo que até aos 12 meses o leite continua a ser o alimento principal.

Não existe idade ideal para o bebé deixar de ser amamentado. Esse término deverá ser guiado pelo bebé e pela mãe. A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda a amamentação pelo menos até aos 2 anos. Amamentar os bebés imediatamente após o nascimento pode reduzir a mortalidade neonatal – aquela que acontece até ao 28º dia de vida.

O leite materno funciona como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de inúmeras doenças. Para além disso, é seguro, está sempre à temperatura ideal e está sempre pronto a servir. Acresce ainda que favorece um vínculo ainda mais íntimo entre a mãe e o bebé.

Crianças alimentadas a leite materno têm menor risco de sofrer de algumas doenças.

Um estudo liderado por Meghan Azad, professora adjunta de Pediatria e Saúde Infantil da Universidade de Manitoba (Canadá), revelou que bebés alimentados exclusivamente com leite materno têm até cerca de 33% menos casos de respiração ofegante ou pieira no primeiro ano de vida. No caso de mães asmáticas, o trabalho de prevenção do leite materno é ainda mais eficaz: as pieiras reduzem até cerca de 62% nos bebés alimentados exclusivamente com leite materno até aos 6 meses de vida, sendo as pieiras um importante fator de risco no desenvolvimento de doenças respiratórias incuráveis como a asma.

Outro estudo realizado pelo Instituto Nacional de Saúde Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, com o título ´Breastfeeding and Risk of Infections at 6 years‘, revelou que crianças amamentadas durante no mínimo 9 meses têm quase 70% menos infeções de ouvidos e de garganta, para além de 30% menos episódios de sinusite, nos primeiros 6 anos de vida do que as que foram amamentadas durante até 3 meses.

 

Mas, também existem benefícios para a mãe!

  • Ajuda na perda de peso após o parto
  •  Ajuda o útero a recuperar o seu tamanho normal, diminuindo o risco de hemorragia e de anemia após o parto
  • reduz níveis de glicose e colesterol
  • reduz o risco de cancro da mama e ovários
  • se a amamentação for EXCLUSIVA e REGULAR, pode ser um método natural para evitar uma nova gravidez.

Um estudo da Universidade de Oxford, na Inglaterra, e da Academia Chinesa de Ciências Médicas, na China, publicado no periódico científico Journal of the American Heart Association, revelou que amamentar pode prevenir derrames e o desenvolvimento de doenças cardíacas, mesmo uma década após o parto. Os resultados mostraram que, de 290.000 mulheres, as que tinham amamentado corriam um risco 9% menor de desenvolver doenças cardíacas e 8% menor de sofrer derrames. Os benefícios aumentaram de acordo com a duração da amamentação: as mães que amamentaram os seus filhos durante dois anos ou mais diminuíram a probabilidade de doenças cardíacas em até 18% e de derrames em 17%.  Segundo o estudo, por cada 6 meses adicionais de amamentação, o risco de desenvolver os problemas diminuía em 4% e 3% respetivamente.

Gosta e segue-nos
Posted in Amamentação, Aleitamento e Alimentação, Bebé, Saúde, Segurança e Rotinas

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *